Home / Publicações / Capital de sociedades aberto a não juristas divide...

Capital de sociedades aberto a não juristas divide advogados

Cumprindo com o memorando, o Governo já apresentou proposta que permite a abertura das sociedades de advogados a profissionais de outras áreas

04/07/2012

O Governo já aprovou a proposta de lei que vem alterar o quadro legal das associações profissionais públicas e que prevê que as sociedades de advogados possam ter entre os accionistas quaisquer profissionais. No meio, as opiniões dividem-se sobre as vantagens e desvantagens da medida.

"É uma revolução, sem dúvida, mas não acredito que seja o fim do mundo", defendeu Rui Pena, da Rui Pena & Arnaut. O advogado até vê com bons olhos a presença de "terceiros não advogados, desde que os mesmo não exerçam uma influência decisiva e muito menos dominante", lembrando que actualmente já se recorre a estes profissionais em regime de "outsourcing".

O PDF da notícia está disponível para download nesta página.

Publicação
Jornal de Negócios - Capital de sociedades aberto a não juristas divide advogados
Download
PDF 467,1 kB